tecnologia empresas segurança

Se você encara a tecnologia para empresas de segurança como uma obrigação angustiante, que merece investimento apenas para alcançar um status duvidoso de modernidade, melhor repensar. 

Essa linha de raciocínio já estava com os dias contados antes da pandemia de Covid-19. Agora, não faz mais sentido algum. Isso porque dados da Associação Brasileira de Empresas de Segurança Eletrônica (Abese) apontam que, após a pandemia, a busca por alternativas que ampliam a segurança aumentou 40%

Acima de tudo, o crescimento é resultado do maior tempo de permanência em casa, bem como da instabilidade econômica. Esse contexto gera demanda por segurança, com menor valor de prestação de serviço. 

Então, o caminho natural é que o segmento de segurança tenha outra perspectiva de mercado: investir para atender com a mesma qualidade e mais eficiência.

Nesse sentido, a tecnologia para empresas de segurança se torna essencial. Isso porque, através de soluções inteligentes, todas as rotinas internas e atendimento ao cliente final serão impactados.

A seguir, estão elencados os principais motivos pelos quais uma empresa de segurança não pode mais se manter distante da tecnologia. Tratam-se de pontos fundamentais para prestadores de serviço de qualquer porte, prossiga a leitura e confira.

1. Monitoramento à distância

segurança e tecnologia

Enquanto cresce o número de clientes, a central de monitoramento de uma empresa de segurança pode ficar sobrecarregada rapidamente sem o devido uso de soluções tecnológicas. 

Já quando a empresa possui um sistema de monitoramento integrado a soluções mobile realmente eficiente, os clientes terão mais autonomia.

Assim, o número de chamados voltados à central de monitoramento pode cair consideravelmente, sem que o cliente final perca qualidade no serviço prestado.

A satisfação dos clientes é outro fator em que a tecnologia impacta diretamente e isso nos leva ao próximo motivo para investir.

2. Serviços digitais e redução de custos

A transformação digital chegou ao mercado de segurança e, hoje, muitas empresas oferecem aplicativo próprio. 

Um dos exemplos é a portaria remota, conceito já bastante consolidado no mercado. Assim, no lugar de a empresa ser obrigada a prestar atendimento ou executar serviços de forma presencial, tudo ganha uma versão segura e digital. Por fim, há ainda uma redução de custos em relação a novas contratações ou deslocamentos

Por outro lado, é pouco eficiente retirar um vigilante de um posto presencial e destiná-lo a uma central de atendimento, não é mesmo? Então, o uso de aplicativos é estratégico, pois você proporciona mais autonomia ao usuário e reduz os chamados à central.

Já se perguntou se sua empresa tem oferecido estas possibilidades? Uma das alternativas é o aplicativo white label, que traz a vantagem de evidenciar sua marca. Se o conceito é novo para você, um outro artigo do nosso blog decifra tudo sobre o assunto:

Aplicativo white label: tudo o que você precisa saber

3. Proximidade com o cliente e reconhecimento

Quem atua no mercado de segurança sabe que a relação com clientes, baseada em confiança, é um diferencial. 

Então, qualquer investimento que melhore o relacionamento com o cliente é válido, porque vai gerar reconhecimento. 

Como já destacado antes, com tecnologia para empresas de segurança, é possível fornecer um aplicativo próprio. Dessa forma, sua empresa se mantém mais próxima do cliente e sempre disponível. 

tecnologia para segurança

Imagine o caso de condomínios: geralmente, a empresa de segurança tem contato restrito com síndicos e gestores. Já com o aplicativo, a relação se estende a moradores, um público muito maior, que também tem potencial para se tornar fiel à marca. 

Além disso, a plataforma abre espaço para o desenvolvimento de novas ferramentas, que acompanham a inovação constante, presente hoje em qualquer setor.

4. Mensurar e analisar indicadores

A inteligência fornecida pelo acompanhamento de dados é indispensável para a tomada de decisões estratégicas. 

Como sua empresa de segurança analisa estas informações?

segurança e tecnologia

Mais uma vez, a tecnologia é capaz de agilizar a coleta e acompanhamento de indicadores, até mesmo para avaliar o retorno sobre investimentos empregados em inovação. 

Hoje, as mudanças que chegam cada vez mais rápido exigem que empresas estejam sempre atentas às próprias estratégias, para seguir o fluxo do mercado sem perder espaço ou oportunidades. 

Conclusão: faça um diagnóstico interno

Depois de conhecer os 4 motivos para investir mais em tecnologia, você provavelmente está pensando em agir.

Antes, porém, uma última dica: investigue e reconheça qual a situação atual da sua empresa de segurança. Pergunte-se: a tecnologia já é utilizada? De que formas? É possível aumentar esse potencial? Em que áreas?

A Winker é uma plataforma de gestão, integração e relacionamento para condomínios, que também pode transformar as rotinas e os serviços de empresas de segurança. Entre nossos cases de sucesso no segmento, está a Orsegups:

Orsegups: “Segurança baseada em tecnologia possibilita reduzir custos”

Para saber como a Winker pode fazer da tecnologia para empresas de segurança uma aliada, clique abaixo:

tecnologia e segurança

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.